Feed on
Posts
Comments

te~ar

o amor~tece
apara~quedas
do~ssel
d~onde
nu~vens
~

9 Responses to “te~ar”

  1. gugala says:

    demais. Pra variar

  2. Biajoni says:

    tem um do tiago neloah assim:
    amor tece dores.
    onde estão nossos
    amortecedores?
    a morte cedo res-
    ponde.
    :>)

  3. István Tsi says:

    te
    ar
    ter
    ar
    te
    ter

  4. Fê... says:

    hmm… estou numa fase meio assim: “e se o pára-quedas não abrir…????”
    e precisando de uns dias, ao menos, estar nessa fase linda do seu poema…
    qta coisa linda vc escreve, minha linda!
    um super beijo.

  5. Flavio Prada says:

    Amor-tecido
    Full-minado
    Como-vido
    Mara-vilhado
    Estou

  6. dalva says:

    (entreouvido na hélade)
    “o amor(ape)tece”
    – Só sei.
    -Que nada!
    -Sei…

  7. Bela says:

    Olá, Christiana!
    Por um desses felizes acasos, ao procurar uma imagem de Durga no Google, vim parar no teu blog. E adorei. Virei leitora assídua. Quero até pedir permissão para postar esse teu poema fantástico, te~ar, no meu blog. E o samba do hindu doido, meu “motivo” de ter conhecido tua arte. Te admiro!

Leave a Reply