Feed on
Posts
Comments

o onipresente

,

que nessa vida

tudo passa

menos isso

,

essa batida

desde o início

esse gongo

:

o passado

é só um vulto

não tem volta

,

o futuro

é só promessa

não se alcança

;

somente o mar

do longo agora

nunca cessa

sua dança

,

One Response to “o onipresente”

  1. Somente o mar, mais nada… Não sei por que cargas d’água, lembrou-me outro poeta, que mal conheço mas amo muito. Como você, linda, ele também era do mar. De Santos, lugarzinho lindo.

    “Só a leve esperança, em toda a vida,
    Disfarça a pena de viver, mais nada:
    Nem é mais a existência, resumida,
    Que uma grande esperança malograda.

    O eterno sonho da alma desterrada,
    Sonho que a traz ansiosa e embevecida,
    É uma hora feliz, sempre adiada
    E que não chega nunca em toda a vida.

    Essa felicidade que supomos,
    Árvore milagrosa, que sonhamos
    Toda arreada de dourados pomos,

    Existe, sim : mas nós não a alcançamos
    Porque está sempre apenas onde a pomos
    E nunca a pomos onde nós estamos.”

    Vicente de Carvalho

Leave a Reply