Feed on
Posts
Comments

a malsã

 

a musa é uma peça rara

moça doida toda dada

a tonta me mete em cada

me deixa de cara apronta

se desnuda me desmonta

me acusa se declara

depois eu que pague a conta

 

 

 

3 Responses to “a malsã”

  1. privilégio raro
    – até parece –
    ser eu
    único apreciador
    deste licor
    tão caro

    você não bebe?

    bebesse

  2. dalva says:

    A musa…

    hoje em dia,
    a poesia
    anda rara: perante
    a histeria da cobra mandada!

  3. a que se deve o seu silêncio?
    :
    Trabalho?

    Humor?

    Amor?

    estou à espera de um Grito

    beijinho

Leave a Reply